Programação estruturada e orientada a objetos

Olá,

Esse post destina-se principalmente às pessoas que querem conhecer o paradigma de programação estruturada (PE) e orientada a objetos (POO)… bem, na verdade, o que o irei descrever é mais um ponto de vista da minha parte, não entrarei em detalhes técnicos….humm, em fim, gosto de programação estruturada ao invés da POO, simplesmente porque acho que tem menos regras e consigo raciocinar melhor em cima da programação estruturada no desenvolvimento,… utilizo e gosto da linguagem C.

Na PE você só precisa se preocupar com os algoritmos, as estruturas de dados e com as funções que irão manipular essas estruturas, seja definida pelo usuário ou não… não quero me preocupar com herança, polimorfismo, objetos, tipos de acesso (privado, protegido ou público… é uma das coisas que mais odeio), classes… e no momento de fazer um cast? Posso ou não posso fazer cast de um tipo para outro? Para essa resposta, você precisa conhecer hieraquia de classes.

Na PE existem coisas que um programador precisa estar ciente, que é o algoritmo, onde toda a lógica do software vai estar; depois é necessário preocupar-se com as estruturas de dados a serem utilizados no algoritmo; e posteriormente, as funções que irão manipulá-los.

Certo, mas a velha história, e como ficaria a PE para softwares de grande porte? A resposta é simples, o programador desenvolveria. Exemplos? O kernel dos sistemas operacionais Linux são totalmente desenvolvidas com a programação estruturada; protocolos de roteamentos são na grande maioria das vezes desenvolvidas em C e diversas interfaces gráficas como o Gnome são inclusive desenvolvidas na programação estruturada,… tem qualidade? bem, milhões de pessoas utilizam. A Internet funciona? bem, estou postando este post. 🙂

Na graduação, geralmente quando o paradigma orietado a objetos é apresentado aos alunos, é citado várias e diversas vantagens da progamação orientada a objetos para desenvolvimento de softwares… do meu ponto de vista, isso … o paradigma OO não torna as aplicações melhores ou mais rápidos de serem desenvolvidos. Acredito que o que faz a diferença, é quem desenvolve. Se o cara se identifica com a linguagem estruturada, ele pode muito bem desenvolver aplicações boas e em menos tempo de programação do que um programador OO experiente há alguns anos…

Em fim, reforço que este post foi colocado para tentar fornecer uma visão um pouco… digamos… não preconceituoso do paradigma estruturado . O POO existe, mas a programação estruturada também existe. E linhas de código de grandes aplicações e sistemas estão sendo inseridas todos os dias. 🙂

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s